O 27° Congresso Brasileiro de Radiodifusão realizado pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) aconteceu em Brasília nos dias 6 e 7 de outubro.

O evento tratou sobre temas em torno das transformações vivenciadas pelas emissoras de rádio e televisão, como a migração das rádios AM e também o desligamento do sinal analógico.

A presidente da República Dilma Rousseff e o Ministro das Comunicações Ricardo Berzoini participaram da abertura do 27º Congresso. Dilma Rousseff falou em dialogar para resolver os problemas, mas frisou que o objetivo é levar o sinal à grande maioria da população. “Temos que garantir que pelo menos 93% dos domicílios tenham condições de receber o sinal digital. Temos que buscar o impossível, porque sabemos que o impossível eleva nossa capacidade de realização. Tenhamos a serenidade de discutir, dialogar e decidir. Tenham certeza que queremos que essa transição seja a menos problemática possível”.

As discussões giraram em torno do futuro do rádio e da TV frente ao crescente processo de convergência entre tecnologias de informação, sistemas de comunicação e redes digitais.

Um dos nomes de peso do evento foi o americano Andrew Jeffries, vice-presidente de programação da iHeart Media, empresa que reúne 850 estações de rádio AM e FM, a maior dos Estados Unidos. Ele comandou o painel “Os desafios para adaptar a radiodifusão à convergência digital e às novas tecnologias”, juntamente com outro especialista no assunto, o diretor geral de Tecnologia da TV Globo, Raymundo Barros.

Além dele, esteve presente o americano Michael Wolff, jornalista especialista em mídias digitais, colunista e dirigente de diversos jornais e revistas dos Estados Unidos e da Inglaterra – como New York Magazine, GQ, Vanity Fair e Asweek.