Kassab diz que migração AM-FM será concluída em breve e ficará de legado para o país

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) iniciou dia 17/02, em Florianópolis (SC), uma série de mutirões itinerantes pelos estados para acelerar a migração das rádios AM para FM. Segundo o ministro Gilberto Kassab, o objetivo é “concluir o processo o mais rápido possível”. A cerimônia foi realizada em parceria com a ACAERT.

Ele participou de ato ao lado do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, em que 20 emissoras de diversos municípios assinaram o termo aditivo de adaptação das outorgas, documento que autoriza a mudança de faixa. “Concluir esse processo é a nossa disposição e a razão desse mutirão, porque, se não enfrentarmos essas questões de maneira massificada, com o peso político de um governador e de deputados federais e estaduais, as coisas tendem a ficar lentas. E a gente quer deixar esse legado”, disse Kassab.

“Tivemos, em um primeiro momento, em novembro, com o presidente da República, no Palácio do Planalto, a migração daquelas rádios que já estavam prontas para assinar há meses e não assinavam. Já as emissoras que estavam em tramitação, mas ainda não concluídas, ficaram para essa fase regional”, ressaltou o ministro durante seu pronunciamento na capital catarinense.

De acordo com o ministro, ao assumir o MCTIC, em maio, a Secretaria de Radiodifusão acumulava 85 mil processos sem solução. “Desse total, nós já conseguimos a liberação de aproximadamente 25 mil, em poucos meses de trabalho”, informou. “Apenas nessa questão da migração de faixa, foram quase mil aprovações.”

 

A secretária de Radiodifusão, Vanda Nogueira, recordou que 20 rádios catarinenses estavam entre as 244 que efetivaram a mudança para FM na primeira rodada nacional, celebrada em 7 de novembro.

Os próximos mutirões estão previstos para Minas Gerais e Rio Grande do Sul, onde também há grande número de emissoras.

Recentemente, 100 rádios de Santa Catarina solicitaram a adaptação – 40 delas já foram contempladas e outras 60 foram destinadas ao dial estendido, a ser liberado após o desligamento da TV analógica.

 

Fonte: TudoRádio